setembro 11, 2011

Bolo de macaxeira

Em tempos de vacas magras, sabe como é né? Esta semana achei mandioca na promoção e rolou um festival com tudo que minha imaginação permitiu: sopa, bolo, mandioca frita...

Brincadeirinha, a mandioca não estava na promoção, mas que eu comi mandioca a semana inteira...é fato. Simplesmente adoro tudo que vem deste tubérculo delicioso! Em pensar na variedade de coisas que podemos saborear e que tem como principal ingrediente a mandioca, faz o pensamento ir longe. O que seria de nós sem um pãozinho de queijo bem quentinho, uma tapioca fumegante, uma bela feijoada com muuuita farinha por cima, aquele escondidinho que de tão bom aquece um coração, ai ai, deu fome.

E já que deu fome, que tal fazer um bolo de macaxeira (ou aipim, ou mandioca, ou como preferir rss)?

Olha que cara boa! Bolo de aipim, seu lindo! Amo te!


Ficou com vontade? Anota aí:

2 colheres (sopa) de manteiga em temperatura ambiente
4 ovos
1 lata de leite condensado
1 xícara (chá) de coco fresco ralado (está com preguiça de ralar o coco? Serve 50 g de coco seco de pacotinho, hidratado com umas 4 colheres de leite)
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1/2 quilo de mandioca crua ralada
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 colher (chá) de sal
manteiga e farinha para untar a forma

Para a calda:

1 vidro de leite de coco
1/2 xícara (chá) de açúcar

Bata a manteiga e os ovos na batedeira até incorporar bem. Vá adicionando o leite condensado em fio e continue batendo até ficar homogêneo. Acrescente o coco, o queijo e a mandioca e bata mais um pouco. Por último, à mão, misture a farinha peneirada com o fermento e o sal. Despeje em uma forma com furo central (19 cm de diâmetro), untada e enfarinhada, e asse em forno médio (180º C), preaquecido, por cerca de 35 minutos.

Para a calda, misture bem o leite de coco com o açúcar e jogue sobre o bolo ainda quente, na própria forma em que foi assado. Deixe esfriar para que o bolo absorva toda a calda. Eu fiz o bolo à noite e só desenformei no dia seguinte. Ah! Para ajudar, você pode fazer alguns furos no bolo com um garfo ou faca para ajudar a calda a penetrar. Vai resistir? 


Bora pra cozinha!


6 comentários:

  1. Milla,
    Ficou de arrasar esse bolo.
    Também gosto de tudo que se faz com aipim e adorei essa calda que vc fez, nunca fiz com calda, mas da próxima vez vou fazer!
    Bela semana pra vc, bjinhos.

    ResponderExcluir
  2. Regina, fica realmente como uma calda! O bolo absorve quase tudo, mas o restinho que fica em volta do bolo no dia seguinte fica bem grosso e realmente com consistência de calda, mesmo não indo ao fogo. Obrigada pela visita :)

    ResponderExcluir
  3. Gente, gente! Que delícia este bolo! Bolo de aipim, para nós aqui no sul.

    Estou adorando o teu blog. Parabéns.

    Bjos,

    Carla Maicá, do Cucina Artusiana

    ResponderExcluir
  4. Milda, experimenta caramelizar a forma como se fosse fazer um pudim...fica uma loucura!

    ResponderExcluir
  5. Oi Mirella, vim conhecer o seu blogue e estou encantada com tanta coisa boa que tem por aqui. Hummm este bolo está uma delicia e deixa qualquer um a babar, vou levar a receitinha ok?


    beijos e tudo de bom!!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...