setembro 24, 2017

Lasanha de abobrinha - Vegetariana

Não tem coisa que eu abomine mais na vida do que essas dietas low carb. Sou uma pessoa que não consegue viver sem carboidratos um dia sequer.

Pode me tirar a carne, mas não mexa no meu carboidrato.

Para os dias em que não estou na vibe de comer carne, uma boa opção é a lasanha vegetariana. Tem gente que faz a lasanha só com camadas de legumes (abobrinha, berinjela), mas eu não abro mão da massa de lasanha.

Hoje vou ensinar aqui uma receita de lasanha de abobrinha que fica perfeita para marmitinha. Geralmente faço e divido em potinhos para levar de almoço durante a semana.




Ingredientes

3 tomates maduros
2 cebolas pequenas
50ml de azeite
1 colher (sopa) de manjericão (opcional)
500g de abobrinhas em rodelas
250g de massa para lasanha
200g de cream cheese
200ml de leite
50g de maisena
2 colheres (sopa) parmesão ralado
sal, pimenta, água e manteiga a gosto

Corte o tomate ao meio, retire as sementes e pique em cubinhos. Descasque as cebolas, corte em rodelas e refogue rapidamente no azeite. Junte os tomates picados, o manjericão, sal e pimenta do reino. Reserve.

Leve ao fogo uma panela com água até que ferva. Retire do fogo e mergulhe as abobrinhas cortadas em rodelas por quatro minutos. Retire da água, escorra e reserve.

Misture o cream cheese com o leite e com a maisena. Leve ao fogo para engrossar e tempere com sal a gosto.

Unte uma forma refratária com azeite, distribua metade da massa de lasanha, metade das abobrinhas, o molho de queijo e o preparado de tomates. Repita até terminar todos os ingredientes.

Polvilhe com queijo ralado, azeite e leve ao forno preaquecido a 170°C por cerca de 20-25 minutos.

Rendimento: 4 porções

Dica: mude os ingredientes e use o que tiver na geladeira. Experimente colocar cogumelos. Fica uma delícia!

Bora pra cozinha!

Receita: Livro Cozinha Vegetariana - Editora Impala

Todas as fotos deste blog são de minha autoria, salvo quando citada a fonte. Não autorizo a reprodução das fotos e textos sem um contato prévio para avaliação. Todas as receitas foram testadas antes de serem publicadas

julho 07, 2017

Cuscuz de tapioca

Como boa brasileira que sou, amo tudo que é feito com tapioca. É uma paixão antiga, que surgiu antes mesmo desta modinha fitness de comer tapioca no café da manhã. 

A tapioca granulada, que não é aquela usada pra fazer a tapioca de frigideira, é um ingrediente fantástico para criar sobremesas. Aqui no blog já postei o curau de milho com tapioca que é de comer rezando! Já a receita de hoje, o cuscuz de tapioca, é super simples de fazer e leva poucos ingredientes.

Aqui no Rio de Janeiro é muito comum ver o cuscuz para vender em barraquinhas de ambulantes e até mesmo na praia. Por aqui ele é regado com muito, mas muito leite condensado na hora de servir. Eu gosto tanto do cuscuz que confesso que nem ligo pro leite condensado. Devoro até sem nada.



Ingredientes

250g de tapioca granulada
2 colheres (sopa) de coco ralado
250ml de leite de coco
250ml de leite
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 pitada de sal

Em uma tigela misture o leite de coco, o leite, o sal e o açúcar. Junte a tapioca aos poucos e vá mexendo bem para não empelotar. 

Deixe hidratando em temperatura ambiente, mexendo a cada 3 ou 4 minutos por 25 minutos. Se você não fizer isso ele vai empelotando. Algumas pessoas até deixam o cuscuz hidratar sem mexer, mas eu não me arrisco.

Coloque em uma forma e leve à geladeira por no mínimo 2 horas. Eu usei uma forma de bolo inglês forrada com filme plástico que facilita na hora de desenformar.

Sirva regado com leite condensado ou com uma calda de sua preferência. Eu gosto de colocar um pouco de melado de cana e coco ralado por cima.

Receita adaptada do livro: Cozinha de Estar - Rita Lobo

Bora pra cozinha!

Todas as fotos deste blog são de minha autoria, salvo quando citada a fonte. Não autorizo a reprodução das fotos e textos sem um contato prévio para avaliação. Todas as receitas foram testadas antes de serem publicadas

maio 01, 2017

Sorvete de iogurte

Eu sou uma pessoa apaixonada por iogurte. Quando vejo alguma receita que tem iogurte nos ingredientes eu corro para cozinha para tentar reproduzir.

Nesta receita juntei duas coisas que amo: sorvete e iogurte. Nada como fazer o seu próprio sorvete em casa e com bons ingredientes. Esta receita fica perfeita servida com uma calda de frutas vermelhas. Como eu não tinha frutas vermelhas em casa, improvisei e servi com uma geleia de cereja com chocolate que trouxe da minha última viagem aos Estados Unidos. Ficou delicioso!

Aqui em casa eu tenho uma sorveteira da Kitchen Aid, também fruto de viagem ao exterior, já que aqui este tipo de produto é muito caro. Se você tem viagem marcada e é apaixonado por cozinha como eu, traga tudo o que puder e não puder, pois realmente compensa.

Se você não tiver uma sorveteira em casa, não se desespere, dá pra fazer o seu sorvete, mas você terá um pouco mais de trabalho. É só levar o sorvete ao freezer e tirar de tempo em tempo, bater na batedeira e voltar ao freezer. Este processo evita a formação de cristais de gelo.



Ingredientes

450g de iogurte natural
150ml de creme de leite fresco
150g de açúcar
raspas da casca de um limão

Em uma tigela, junte todos os ingredientes e misture bem com a ajuda de um fouet. Coloque na sorveteira e deixe bater por cerca de 20-25 minutos. Leve ao congelador.

Bora pra cozinha!


Todas as fotos deste blog são de minha autoria, salvo quando citada a fonte. Não autorizo a reprodução das fotos e textos sem um contato prévio para avaliação. Todas as receitas foram testadas antes de serem publicadas

março 26, 2017

Risoto integral de alho poró e champignon

Quem foi que disse que risoto não pode ser saudável? Não que eu me importe em ingerir milhares de calorias ao dia, mas eu realmente curto versões integrais e saudáveis.

Este prato nasceu por acaso. Era para ser um risoto normal, com arroz carnarolli, mas quando fui pegar o dito cujo na despensa, estava vencido. Voltar ao supermercado estava fora de cogitação, então não pensei duas vezes e usei arroz 7 grãos que tinha em casa.




Ingredientes

1 xícara (chá) de arroz 7 cereais
2 xícaras (chá) de caldo (usei caldo de trufas brancas, mas pode ser caldo de legumes)
1/2 cebola picada
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de vinho branco (estava tomando um Rosé e foi ele mesmo pra panela)
1/2 alho poró picado
1/2 vidro de champignon picado
1/3 xícara (chá) de parmesão ralado
sal a gosto

Leve uma panela de fundo largo ao fogo e aqueça o azeite. Junte a cebola até murchar. Acrescente o arroz e refogue. Despeje o vinho e continue mexendo até evaporar. 
Adicione o caldo já aquecido, o alho poró e deixe cozinhar até o arroz ficar macio. Se for preciso acrescente mais caldo. Quase no final, junte o champignon.

Para ficar parecido com o risoto tradicional, não deixe secar a água completamente. Quando o arroz já estiver no ponto, acrescente a manteiga, o parmesão, acerte o sal e mexa bem até ficar cremoso. Tampe a panela, deixe descansar uns cinco minutos e sirva regando com azeite e parmesão ralado.

Bora pra cozinha!


Todas as fotos deste blog são de minha autoria, salvo quando citada a fonte. Não autorizo a reprodução das fotos e textos sem um contato prévio para avaliação. Todas as receitas foram testadas antes de serem publicadas

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...