maio 16, 2012

Ragu de carne

Há algum tempo atrás já postei uma receita de ragu, mas era uma receita de cozimento rápido, na panela de pressão. Coisa rápida e prática para o dia-a-dia, mas que foge da receita original.

Como ragu é um prato que gosto muito, resolvi dedicar boa parte do meu tempo em um domingão e passar duas horas com a panela no fogão. Você pode achar que é muito tempo, e é! Mas te digo que vale a pena cada minuto de espera e preparação. 




Por ter o cozimento lento, em panela normal, a carne praticamente desmancha e o molho fica absurdamente saboroso. Façam e não se arrependerão!

Ingredientes:

1 lata de tomates pelados
1/2 cenoura picada em cubinhos bem pequenos
1/2 cebola picada
1 bouquet garni (usei sálvia, orégano, cebolinha, salsinha e tomilho)*
1 vidro pequeno de cogumelos picados
1 stick de caldo de carne dissolvido em 700 ml de água
1/2 kg de paleta cortada em pedaços bem pequenos, o menor que você conseguir
azeite
manteiga
1/2 xícara (chá) de vinho tinto 
sal
pimenta do reino

Leve ao fogo uma panela com um fio de azeite e um pouco de manteiga. Refogue a cebola, a cenoura e o bouquet garni bem amarradinho com barbante.




Não deixe queimar, é só o tempo de amolecer um pouco a cebola. Em fogo alto, junte a carne picada e continue refogando. Quando a carne já estiver mudando de cor, acrescente os cogumelos. Tempere com pimenta do reino, junte o caldo de carne já dissolvido e o vinho. Abaixe o fogo e cozinhe em panela semi-tampada por uma hora e mexendo de vez em quando. Se perceber que o caldo secou demais, junte mais um pouquinho de água durante o cozimento. 

Passada uma hora, junte os tomates pelados previamente esmagados com um garfo. Acerte o sal e cozinhe por mais uma hora, ainda em fogo baixo e panela semi-tampada. Retire o bouquet garni e sirva.

Depois deste tempo todo de cozimento o molho e carne ficam uma coisa de louco! Sirva acompanhando um prato de massa ou com uma polenta mole.

* o bouquet garni nada mais é do que um amarradinho de ervas frescas. Você junta vários tipos de ervas, geralmente tomilho, louro, salsa, salsão e alecrim, amarra tudo com um barbante para uso culinário e despreza o bouquet na hora de finalizar o prato. Mas a combinação de ervas pode variar, use o que você tiver disponível. O importante é usar, pois faz toda a diferença no resultado final do prato.

Bora pra cozinha!

5 comentários:

  1. Adoro este tipo de prato!!!
    E nem me importo de passar várias horas na boca do fogão...vale cada garfada né?!
    Bjos
    Tania

    ResponderExcluir
  2. Hummm! Fiquei com água na boca.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Fiz e foi aprovadíssimo aqui em casa! Parabéns pelo blog, muito bom!

    beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Fernanda! Fico feliz que tenham gostado. Obrigada :)

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...